quarta-feira, 27 de maio de 2015

Linguine ao ragú de moela

postado por: Marilia




Eu sei que moela não é unanimidade. Mas desde que me entendo por gente, como e me divirto. Marido aprendeu a apreciar comigo e a filhota - que antes torcia o nariz - segue pelo mesmo caminho.

Este molho é apaixonante. Recomendo fortemente que passe por esta experiência!

Os ingredientes são:

500g de moela de frango
1 cebola grande picada
2 dentes de alho
2 latas de tomate pelado
1 colher (café) rasa de páprica doce
1 colher (café) rasa de páprica picante
1 folha de louro
1 ramo grande de tomilho
óleo
pimenta do reino
sal
suco de meio limão



Comecei limpando as moelas: removi as gorduras e membranas. Lavei em água corrente e temperei com sal, pimenta e o suco de limão. Reservei na geladeira por 30 minutos.

Levei ao fogo alto uma panela de pressão. Quando estava bem quente, fritei as moelas em fio de óleo até ficarem douradas. Acrescentei água até cobrir. Juntei a folha de louro, o tomilho e a páprica. Tampei a panela e deixei cozinhar em fogo médio/baixo até ficarem bem macias – por 30 minutos aproximadamente.

Destampei a panela e deixei o excesso de água secar. Juntei a cebola e refoguei até murchar. Juntei o alho e refoguei mais um pouco. Acrescentei o tomate e deixei cozinhar em fogo baixo, até adquirir um molho encorpado. Acertei o sal e temperei com pimenta do reino moída na hora.

Cozinhei 250g de linguine conforme as orientações do fabricante.

Servi a massa com o molho e finalizei com bastante salsinha picada.



Delicioso!



Se fizer me conta?


Forte abraço! Volte sempre!!






sábado, 23 de maio de 2015

Frango assado com limão siciliano, cebola roxa e azeitona preta

postado por: Marília




Frango assado é um clássico dos almoços de domingo das mesas brasileiras, não é mesmo?

Hoje quero te apresentar uma variação da combinação frango + farofa: um recheio delicioso de cebola roxa com azeitonas pretas. E para trazer um pouco mais de sabor, um toque de pimenta.

Recomendo fortemente que faças na tua casa. Na minha foi um tremendo sucesso!

Vamos à receita?

Para a marinada:

1 frango inteiro - o meu pesava 1,850 kg
raspas de 1 limão siciliano
1 pimenta dedo de moça
2 dentes de alho
1 xícara de vinho branco seco
2 colheres (sopa) de manteiga
1 ramo grande de tomilho
1 folha de louro
Sal
Pimenta do reino

Para o recheio:

2 cebolas roxas fatiadas
½ xícara de azeitonas pretas sem caroço


Comecei limpando o frango (removendo quaisquer resíduos de penas e os miúdos que vêm na cavidade). Lavei em água corrente e reservei.

Num pilão macerei o alho, as raspas de limão, a pimenta as folhas de tomilho e o sal até adquirir uma pastinha.

Com cuidado, fui soltando a pele do peito com os dedos (para não perfurá-la) e passei um pouco do tempero por baixo dela. Passei o restante da pasta por todo o frango, inclusive por dentro da cavidade.

Acomodei o frango num saquinho de congelar e despejei o vinho. Fechei o saquinho e deixei descansando por 1 hora na geladeira.

Numa tigelinha, juntei os ingredientes do recheio. Como as azeitonas são salgadas e o frango já estava devidamente temperado não acrescentei sal.



Recheei o frango e com um barbante, amarrei as coxas e ajeitei as asas para que o frango ficasse bem bonito.



Levei para assar em assadeira com grade em forno pré aquecido a 250.ºC por 20 minutos. Depois baixei o fogo para 180.ºC até ficar bem dourado e crocante. A cada 20 minutos besuntei o peito com manteiga, para que ficasse bem úmido e suculento.



Ficou incrível!


Minhas considerações:

- esta é uma opção deliciosa para variar o preparo do frango de domingo - ou do dia que quiser, claro!

- com o recurso da grade, a pele do frango ficará deliciosamente crocante e sequinha. No momento de levar para o forno, despejei 200ml de água na forma. Conforme o frango assava, o caldo do cozimento caia sobre a água – o que no final rendeu um molho delicioso!

- sirva com as batatas assadas que ensinei aqui.


Se fizer me conta?


Forte abraço e volte sempre!


**** receita inspirada do lindo site do Gastronomismo (sou muuuiito fã!) com alguns pitacos meus. Para conhecer a receita original, clique aqui.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Sopa de mandioca com linguiça

postado por: Marília



Sopa de mandioca é um dos pratos mais simples e incríveis que conheço. Com pouquíssimos ingredientes, criamos um prato delicioso e aconchegante. Preparar uma sopa de mandioca é - na minha opinião - uma grande demonstração de carinho em porção.

Vamos à receita?

Utilizei na preparação desta delícia:

600g de mandioca sem casca
250g de linguiça toscana fresca
1 cebola
2 dentes de alho
1 colher (sopa) de óleo de girassol
sal
pimenta do reino
salsinha fresca à gosto


Comecei cozinhando a mandioca em panela de pressão com uma pitada de sal e água o suficiente para cobrí-las. Deixei cozinhar até ficarem bem macias. Removi os fiapos  e passei-as pelo espremedor de batatas. Reservei o purê numa tigela, junto com a água do cozimento.

Na mesma panela, fritei a linguiça no óleo (removi a película e cortei grosseiramente em pedaços) até ficarem bem douradas. Juntei a cebola e deixei refogar até dourar. Acrescentei o alho e refoguei mais um pouco. Despejei o purê e a água do cozimento da mandioca e acrescentei um pouco mais de água (300ml aproximadamente). Mexi bem e deixei cozinhar em fogo médio por 10 minutos, a fim de que os sabores se fundissem. Temperei com sal e pimenta do reino moída na hora. Finalizei com bastante salsinha e servi imediatamente.


Minha considerações:

- eu costumo passar as mandiocas pelo espremedor para garantir um caldo mais liso e aveludado; mas caso você curta uma versão mais rústica, e só deixar as mandiocas cozinharem até se desmancharem e tirar os fiapos maiores. Fica ótimo também!




Se fizer me conta?


Forte abraço e volte sempre!






terça-feira, 19 de maio de 2015

Torta rústica de berinjela

postado por: Marília




A alguns anos atrás, trabalhei em uma escola onde uma senhora (que no momento não me recordo o nome) vendia seus salgados sempre fresquinhos e deliciosos. Um belo dia, ela apareceu com uma torta de berinjela. Quase enlouqueci! Massinha leve e recheio farto, era simples e muito saborosa. E eu, que sempre fui apaixonada por berinjela, não me conformava de nunca ter pensado em preparar uma torta com este recheio.

Depois de alguns testes, esta é a minha versão favorita - e muito próxima da habilidosa senhorinha quituteira.

Os ingredientes são:


Recheio:

 2 berinjelas médias
1 cebola média
2 dentes de alho
1 pimentão vermelho
1 tomate
½ xícara (chá) de azeitonas pretas sem caroço
cheiro verde à gosto
azeite
sal
pimenta do reino à gosto

Massa:

1 ½ xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de farinha de trigo
½ xícara (chá) de óleo de milho
2 ovos
1 colher (sopa) de fermento em pó
50g de queijo parmesão ralado


Pré-aqueci forno a 200.ºC e untei e enfarinhei um refratário médio com farinha de rosca.

Comecei lavando as berinjelas e piquei em cubos médios. Deixei de molho em água com pitada de sal por 10 minutos, a fim de soltar o sumo que causa aquele amargor, sabe?  

Enquanto isso, piquei a cebola, o alho, o tomate e o pimentão (removi as partes brancas).

Numa frigideira pré aquecida, refoguei o pimentão em um fio de azeite, até murchar levemente. Juntei a cebola e deixei refogar até ficar transparente.  Acrescentei o alho e refoguei por mais 1 minuto. Juntei o tomate e a berinjela (escorrida). Deixei refogando por 5 minutos aproximadamente.  Temperei com sal e pimenta do reino moída na hora e finalizei com o cheiro verde.

Bati os ingredientes da massa no liquidificador até ficar homogênea. Despejei a massa no refratário e cobri com o refogado, cuidando para espalhar uniformemente.

Levei para assar por aproximadamente 30 minutos – quando as beiradas ficaram levemente douradas.





Minhas considerações:

- forno pré aquecido é importante, ok?

- use os ingredientes da massa em temperatura ambiente;

- coloque os líquidos primeiro no copo do liquidificador. Assim você não força o motor do aparelho; Fiz a minha com o mixer - super prático!




Sirva quentinha. Tenho certeza que você irá se apaixonar!


Se fizer me conta?



Forte abraço. Volte sempre!!



terça-feira, 12 de maio de 2015

Bolo de Laranja

postado por: Marília



Este bolo de laranja é delicioso para o lanche da tarde. A textura fofa do seu interior contrasta deliciosamente com a crosta crocante que o açúcar forma na superfície. Se eu fosse você, prepararia essa gostosura e dividiria com alguém especial - de preferência para um dedim de prosa.

Os ingredientes são:

1 laranja - sem sementes e com a casca
4 ovos
1 xícara (chá) de óleo- usei de milho
2 xícaras (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 colher (sopa) de fermento em pó

Comece pré aquecendo o forno a 200.ºC e untando e enfarinhando uma forma de furo no meio - tamanho médio.

No copo do liquidificador bata até ficar homogêneo: a laranja, o óleo, 1 1/2 xícara do açúcar e o óleo. (2 minutos aproximadamente). Despeje a mistura numa tigela e junte os ingredientes secos misturando bem - sem bater. Despeje a massa na forma e polvilhe o restante do açúcar. Leve para assar por 30 minutos aproximadamente ou até que enfiando um palito no meio do bolo, este saia seco.


Minhas considerações:

Alguns cuidados simples garantem um bolo gostoso e fofinho. Veja só:

- forno pré aquecido é importante! Portanto, acenda-o pelo menos 20 minutos antes de levar o bolo para seu interior. Este é o tempo mínimo para a temperatura estabilizar;

- ingredientes sempre em temperatura ambiente - exceto se a receita pedir o contrário;

- faça a mise en place - e isto é importante para qualquer receita! Esta que vos escreve, já teve que sair correndo (com um bolo em andamento) para comprar fermento, pois o mesmo tinha acabado...

- Verificou que o bolo está assado? Não o deixe esfriando no interior do forno desligado. Isto o ressecará. Deixe-o esfriando em temperatura ambiente - eu prefiro comer assim que sai do forno. É muita gula hahahaha!!!


Espero que tenha gostado.


Se fizer me conta?




**** Ah, esqueci de contar: este bolo é o meu preferido. <3



terça-feira, 5 de maio de 2015

Camarões na mini moranga

Postado por: Marília







Outro dia estava fazendo minhas compras da semana no hortifruti e me deparei com essas abóboras lindinhas e não resisti: levei-as para casa.






Daí comecei a matutar de como prepararia, de forma a preservar seu formato tão bonito e delicado. Decidi então prepará-las com camarões. Prato típico brasileiro e delicioso!

Os ingredientes foram os seguintes:

4 mini abóboras
500g de camarão-rosa
1 cebola média picada
1 dente de alho picado
2 tomates picados
2 garrafinhas de leite de coco
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1/4 xícara (chá) de água
1/2 xícara de requeijão cremoso de boa qualidade
1 pimenta dedo de moça picada
azeite de boa qualidade
coentro e cebolinha frescos à gosto
sal
pimenta do reino preta à gosto


Comecei limpando os camarões: removi a cabeça, as escamas e as patas. Com uma faca bem afiada, fiz um corte em todo o dorso - não muito profundo - a fim de remover o aparelho digestório - aquela tripinha preta, sabe? Lavei em água corrente e escorri bem.Temperei com sal e pimenta preta e deixei descansar por 30 minutos.

Lavei bem as abóboras com esponja e sabão. Sequei e envolvi cada uma em papel alumínio (lado brilhante em contato com o alimento). Levei para assar em forno médio pré aquecido por 30 minutos.

Quando ficaram macias (espetei com um palito de dente que passou pela casca sem resistência) retirei do forno e deixei esfriar. Fiz um corte horizontal - formando uma tampa - e removi as sementes com o auxílio de uma colher, com bastante cuidado para não remover a polpa. Temperei com sal, pimenta e azeite. Reservei em um local quentinho da cozinha.

Numa panela aquecida em fogo médio, refoguei a cebola e a pimenta em um fio de azeite até que a cebola ficasse transparente. Juntei o alho e refoguei mais um pouco. Acrescentei os tomates picados e a água. Deixei cozinhar até se desmancharem. Diluí a farinha de trigo no leite de coco e despejei no molho, mexendo sempre para não empelotar. Juntei o requeijão e continuei mexendo por aproximadamente três minutos, para que a farinha cozinhasse. Passado este tempo, depositei cuidadosamente os camarões. Baixei o fogo para o mínimo e deixei cozinhar por três minutos. Na metade do tempo mexi delicadamente, para envolvê-los com o molho. Temperei com sal e pimenta preta. Finalizei com o coentro e a cebolinha picada.

Para servir, acomodei a abóbora em um prato e com cuidado, acomodei primeiramente os camarões no interior e depois preenchi com o molho.

Ficou divino!



Para a filhota que não gosta de abóbora servi com arroz branco. Limpou o prato!


Minhas considerações:

- o tempo de cozimento das abóboras dependerá da potência do seu forno. Então a partir de 15 minutos, comece a verificar o ponto de maciez; não deixe assar demais, para não se desmancharem.

- utilizei a pimenta sem sementes, por conta da minha criança. Mas caso você curta uma versão hot, pode fazer com sementes;

- é um prato super charmoso e delicioso. 

- cada adulto comeu 2 abóborazinhas e ficamos bem satisfeitos.






Se fizer me conta?

Forte abraço!




sábado, 2 de maio de 2015

Costelinha suína ao molho barbecue

postado por: Marília




Este prato combina com mesa cheia, cervejota gelada e conversa solta. É uma ótima opção para reuniões com amigos ou almoço em família. 

O preparo é simples. Contudo o tempo de cocção é longo. Mas vale muito, muito a pena.


Os ingredientes são:

1 peça de 2 kg de costelinha de porco


Para a marinada:

2 xícaras (chá) de vinho de boa qualidade
4 dentes de alho
2 cebolas
10 bagas de zimbro
2 folhas de louro
1/2 xícara de salsinha e cebolinha frescas
1 pimenta dedo de moça - usei com semente
sal
pimenta do reino preta


Para o molho barbecue:

2 xícaras (chá) de catchup
4 colheres de sopa de shoyu
2 colheres de sopa de molho de pimenta forte - usei tipo defumada
1/2 xícara (chá) de vinagre branco
1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
sal e pimenta do reino moída na hora
100 g de bacon picado
1 folha de louro
2 colheres (café) de cominho em pó




Encomendei a costela no açougue - pedi uma beeeem carnuda. Limpei todo o excesso de gordura e membranas. Coloquei a peça dentro de um saco plástico grande e limpo. Reservei.

Coloquei todos os ingredientes da marinada no processador - exceto as folhas de louro. Bati bem e coloquei a marinada e as folhas de louro dentro do saco plástico. Fechei bem e deixei descansar de um dia para o outro, alternando o lado de vez em quando.

No dia seguinte, retirei a costelinha da marinada e fechei-a completamente com papel alumínio - lado brilhante em contato com o alimento - sem deixar nenhum pedacinho aparente. Levei para assar (com os ossos virados para baixo) em forno pré-aquecido a 180.ºC.

Enquanto a costelinha assava, preparei o molho barbecue. Numa panela dourei o bacon, até que soltasse bastante gordura. Juntei a cebola e deixei refogar até dourar. Acrescentei o alho e refoguei por mais um minuto. Acrescentei os demais ingredientes e deixei cozinhar em fogo baixo por 5 minutos. Passei por uma peneira e reservei.

Passada a primeira hora de cozimento, abri o papel alumínio e pincelei generosamente toda a superfície com o molho barbecue. Fechei muito bem o papel alumínio e devolvi para o forno. Repeti o processo a cada 1h. O tempo total de cozimento foi de 4h.

O resultado foi uma carne extremamente macia, suculenta, saborosa e aromática. Comi com batatas assadas (ensinei aqui) e cerveja geladíssima.

Com as sobras preparei este sanduíche incrível: com mostarda, cebola roxa e picles de pepino.






Minhas considerações:

- este é um prato doméstico, portanto você pode adequá-lo ao seu paladar, principalmente o molho. Ao acrescentar os ingredientes vá experimentando e ajustando ao seu gosto;

- Encomende a peça com o açougueiro. Uma costelinha carnuda fará toda a diferença;

- É importante envolver bem o papel alumínio na carne, criando uma bolsa térmica. É esta técnica que garantirá uma carne macia e suculenta.



Se fizer me conta?


Forte abraço!!