terça-feira, 27 de outubro de 2015

Sementes de girassol

postado por: Marilia



Nesta minha fase “saudável” tenho me jogado no infinito mundo dos vegetais e suas extensões.

Dia desses fui fazer umas comprinhas na zona cerealista de São Paulo e me deparei com as sementes de girassol. Resolvi trazer um pouquinho pra casa.

Que grata surpresa!

Tostei os grãos em uma frigideira anti-aderente (em fogo baixo e sem óleo) até ficarem levemente douradas. Deixei esfriar e estavam prontas para adicionar nas frutas, na salada... como esta de chuchu, que tinha tudo para ser sem graça, mas ganhou um up com estas belezinhas.


Recomendo fortemente!


Beijo grande e volte sempre!






sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Chilli com carne e queijo

postado por: Marília



Demorei para experimentar o famoso chilli. E quando o fiz, foi amor à primeira mordida! 

Os ingredientes para preparar esta delícia foram:


500g de carne moída – usei patinho
1 colher (sopa) de cominho em pó
1 pimentão cortado em cubinhos - usei vermelho
1 cebola grande cortada em cubinhos
4 dentes de alho finamente picados
1 lata de tomate pelado picado
1 xícara de água
1 xícara (chá) de feijão cozido (apenas os grãos)
1 colher (sopa) de pimenta calabresa seca
½ xícara (chá) de coentro picado
óleo
sal
queijo mussarela ralado à gosto

Comecei aquecendo uma panela de bordas altas em fogo alto. 

Refoguei o pimentão em um fio generoso de óleo. Juntei a carne e, com a ajuda da colher, fui desmanchando os gruminhos que se formaram. Deixei refogar bem. Juntei a cebola e refoguei até ficar macia. Adicionei o alho e refoguei mais um pouco. Acrescentei o tomate pelado e a água. Temperei com uma pitada de sal e deixei cozinhar em fogo médio por 15 minutos aproximadamente,  até que o molho ficasse bem encorpado. Juntei o feijão e misturei delicadamente. Acertei o sal, acrescentei a pimenta e o coentro.

Para finalizar, transferi a mistura para um refratário, cobri com o queijo e levei para gratinar em forno pré-aquecido.




Servi com nachos e pimenta jalapeño. Para acompanhar um delicioso mojito, que ensinamos aqui.




Minhas considerações:

- este prato rende bastante, é ideal para reunir seus prediletos para um bom bate-papo;

- o pimentão é um pouco indigesto para mim... então gosto de refogá-lo bem. Assim não tenho problemas...

- mega temperado, é uma explosão de sabor. Apaixonei!






Se fizer me conta depois?


Beijo grande e volte sempre!




sábado, 17 de outubro de 2015

Calda morna de manga e maracujá

postado por: Marília



Simples e deliciosa esta sobremesa  é uma experiência de sensações: o docinho da manga contrasta com o azedinho do maracujá; o quentinho da calda contrasta com o geladinho do sorvete; a maciez da manga com o crocantinho das sementes do maracujá... incrível!

1 manga grande sem fio (Haden ou Palmer)
2 maracujás
1 colher de manteiga sem sal
4 cravos da índia
2 colheres (sopa) de açúcar –usei demerara
Sorvete de creme para acompanhar.

Comecei descascando a manga e cortando em cubos de aproximadamente 1x1 cm. Retirei a polpa dos maracujás. Reservei.

Aqueci uma frigideira antiaderente em fogo médio. Derreti a manteiga e acrescentei a manga. Deixei refogar por 1 minuto aproximadamente. Juntei o açúcar e o cravo. Deixei cozinhar até o açúcar se derreter. Acrescentei a polpa dos maracujás e baixei o fogo. Deixei cozinhar por 2 minutinhos para que os sabores se fundissem.

Servi morna com sorvete de creme.


Se fizer me conta depois?


Forte abraço e volte sempre!


*** receita da Flora Loves Food, mas com alguns pitacos meus.  Para conhecer clique aqui.




quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Sopa de beterraba

postado por: Marília




Sabe aqueles pratos que te conquistam pela aparência e o sabor é só a confirmação de que é mesmo algo delicioso? Esta sopa é linda e muito saborosa! Ideal para impressionar em um jantar especial.

Os ingredientes são:

6 beterrabas médias
½ litro de água
1 talo de alho-poró
1 dente de alho
½ cebola
1 folha de louro
azeite
sal
pimenta preta
creme de leite
cebolinha fresca à gosto

Comecei tratando os legumes: descasquei e cortei em pequenos pedaços afim de agilizar o cozimento.

Numa panela refoguei a cebola em um fio de azeite até murchar. Juntei o alho e o alho-poró e refoguei por mais um minuto. Juntei a beterraba, a água e a folha de louro. Temperei com uma pitada de sal e tampei a panela. Deixei cozinhar em fogo médio até que a beterraba ficasse bem macia.

Retirei a folha de louro e bati a sopa com o mixer, até formar um purê leve. Acertei o sal e temperei com pimenta – coloquei bastante. Adoro!

Servi as porções  em cumbuquinhas. Para deixar tudo ainda mais delicioso acrescentei uma colherada generosa de creme de leite (sem o soro). Finalizei com cebolinha fresca picada.

Ficou incrível!




Minhas considerações:


- você pode servi-la como entrada ou prato principal;

- caso fique muito grossa, acrescente mais água, mas ao pouquinhos. A ideia é uma sopa cremosa, aveludada;



Se fizer me conta depois?



Beijo grande e volte sempre!



sábado, 3 de outubro de 2015

Torta de abobrinha (sem glúten e sem lactose!)

postado por: Marília




Eu amo abobrinha! - quem me acompanha já deve ter percebido - rs. Além de deliciosa é super versátil! Assim como esta torta, que pode ser lanche, acompanhamento ou prato principal. Bacana, né?

Foi minha primeira experiência com a farinha de grão de bico. Gostei bastante! Acrescenta ainda mais sabor à preparação e não é pesada, sabe? 


Os ingredientes são:

2 xícaras (chá) de farinha de grão de bico
3 ovos
1 1/2 xícaras (chá) de água
1 xícara (chá) de óleo
1 colher (sopa) de fermento em pó
Sal a gosto

2 abobrinhas médias - usei a tipo menina brasileira
3 tomates médios 
1 cebola pequena - usei roxa
1 dente de alho grande
sal
pimenta do reino
salsinha e cebolinha à gosto
gergelim

Comecei pelo recheio: cortei em pequenos cubos a cebola, os tomates e a abobrinha (sem as sementes). Temperei com o alho picadinho, salsinha, cebolinha, sal e a pimenta do reino. Reservei.



Para a massa juntei todos os ingredientes em uma tigela (com exceção do fermento, que acrescentei no final) e bati com o mixer, até adquirir uma mistura homogênea.

Distribui o recheio em um refratário untado com azeite e farinha de pão (sem glúten) e derramei a massa por cima. Salpiquei o gergelim e levei para assar em forno pré-aquecido a 200.ºC até dourar.

Ficou incrível!



Minhas considerações:


- a massa fica bem líquida.  Mas não se assuste. Vai dar certo!

- a farinha de grão de bico é bem fininha. Caso faça á mão você terá que primeiramente colocar a farinha em uma tigela e, aos poucos adicionar o líquido e mexer vigorosamente. Ela teima em formar grumos, então mande ver! rs; 

- usei a abobrinha tipo menina brasileira. Achei ideal pois não solta muita água e ela também não desmancha com o cozimento;

- medida da xícara é de 200ml;

- se tiveres um parmesão de castanhas e quiser adicionar a massa, fique à vontade. Recomendo 1/4 de xícara (chá) do queijo ralado;

- recomendo assares em um refratário tipo marinex. Criará uma casquinha deliciosa no fundo e nas laterias;




Se fizer me conta?

Beijo grande e volte sempre!